fbpx

O Essencial Sobre Catarata – Episódio 6 – Lente Intraocular

A Catarata é uma doença que desperta muita curiosidade e preocupação nas pessoas. Por isto, muita informação é divulgada na internet, de forma complicada, rebuscada ou simplesmente sem embasamento suficiente para orientar de forma adequada.

Pensando nisso, criamos a série de vídeos: “O Essencial Sobre Catarata”.

Com este material, queremos desmistificar e informar de forma simples e didática, o que é a Catarata e tudo o que envolve seu surgimento, sintomas e tratamento.

Neste episódio, o especialista em Retina e Vítreo do Hospital de Olhos do Tocantins, Dr. João Arraes, nos explica o que é a lente intraocular, sua importância para a cirurgia de catarata, quais seus tipos e benefícios.

Lente Intraocular

Quando é realizada a remoção da Catarata, implanta-se uma lente intraocular.

A lente implantada na cirurgia é definitiva e ela tem duas funções primordiais. Primeiro, ela vai corrigir a Catarata; Segundo, ela também pode corrigir a necessidade do uso de óculos depois da cirurgia.

Os pacientes que querem ficar mais independentes do óculos depois da cirurgia, podem optar por lentes que fazem a correção do grau. Existem dois grupos de lentes que fazem esse tipo de correção, as lentes monofocais e as lentes trifocais.

As lentes monofocais são aquelas que, geralmente, fazem uma ótima correção da visão de longe. Então, o paciente vai necessitar de óculos apenas para as atividades de perto, como; leitura, costura, mexer no celular, assinar um documento, etc.

O outro grupo de lentes que existe é o grupo de lentes trifocais, elas corrigem a visão de longe, intermediária e perto. Fazendo com que, em 95% das atividades do dia a dia, o paciente consiga fazer sem a necessidade de uso de óculos.

A lente, portanto, tem que ser muito bem definida no pré-operatório para levar ao sucesso cirúrgico.